Secretaria mobiliza gestores municipais para a adesão ao Saúde na Escola

As secretarias municipais de Educação têm até o próximo dia 14 para aderir ao Programa de Saúde na Escola. Com o objetivo de orientar e mobilizar os municípios, os representantes dos Grupos de Trabalho Intersetorial Estadual do Programa Saúde na Escola (GTI/PSE) realizaram, nesta quinta-feira (1º), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, uma videoconferência, retransmitida para os 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE).

Participaram membros das secretarias estaduais e municipais da Educação e da Saúde e dos NTE, que dialogaram sobre o planejamento de execução das ações elencadas do programa, a serem desenvolvidas no biênio 2017/2018.

Ao aderir ao Programa de Saúde na Escola, a comunidade escolar estará apta a realizar as atividades propostas, todas voltadas à promoção da saúde e prevenção de doenças e situações de agravo, visando uma integração entre escola e a comunidade local. O coordenador de Educação Ambiental e Saúde da Secretaria da Educação do Estado, Fábio Barbosa, explicou que a meta é contemplar 100% dos municípios com o Programa de Saúde da Educação.

“Até o momento, 179 municípios já concluíram o processo de adesão e 59 estão em andamento. Nosso compromisso é discutir as práticas de promoção à saúde dentro da relação entre escolas e unidades de Saúde, visando o desenvolvimento de ações que dialoguem com as necessidades dos estudantes e da comunidade local”, ressaltou Barbosa.

Representantes estudantis do PSE do Colégio Estadual Ypiranga, no bairro do 2 de Julho, em Salvador, Letícia Silva, 16 anos, do 2º ano, e Davi Lima, 14, da 8ª série, apresentaram as ações que a unidade escolar vem promovendo, junto às comunidades escolar e local, dentro do Programa de Saúde na Escola, como palestras voltadas à promoção da saúde e as atividades de assistência, a exemplo de avaliações bucais e medição de pressão arterial.

“Viemos para compartilhar a nossa experiência, bem como obter mais informações e orientações para levarmos para os nossos colegas, motivando-os a participarem do programa como uma forma de conscientização sobre os cuidados com a saúde, principalmente em tempos de Chikungunya, Zika e Dengue”, relatou Letícia.

A adesão ao Programa Saúde na Escola é feita pelo Sistema Egestor do Ministério da Saúde. O programa é uma política intersetorial das áreas da Saúde e da Educação, instituído em 2007 e voltadas às crianças, adolescentes, jovens e adultos da Educação pública brasileira, visando à promoção da Saúde e Educação integral.

SHARE