PIS – Próximo lote do abono sai em 16 de fevereiro

Abono de R$ 937 será liberado para trabalhador que nasceu em março e abril

Mais de 11,1 milhões de trabalhadores e servidores públicos já sacaram o abono do PIS/Pasep referente ao ano de 2016. O próximo grupo a ter o valor de R$ 937 liberado será o dos que nasceram nos meses de março e abril e têm final de inscrição no programa 6 e 7.

O saque poderá ser feito a partir do dia 16 de fevereiro nas agências da Caixa Econômica Federal pelos empregados da iniciativa privada. O crédito em conta para correntistas do banco acontece dois dias antes. Já os servidores podem sacar o abono no Banco do Brasil.

No Rio, 949.584 pessoas já sacaram o valor que corresponde a um salário mínimo. Ainda faltam receber outros 1.193.948 de um total de 2.143.532 beneficiados. Ao todo no país, têm direito ao abono 24.243.044, restando o pagamento de 13.063.875.

Para ter direito, é preciso que o segurado tenha trabalhado em 2015 com carteira assinada, por pelo menos um mês naquele ano, com remuneração média de até dois salários mínimos. Além disso, tem que estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, e o empregador informado seus dados corretamente na Relação Anual de Informação Social (Rais).

O valor do benefício tem como base o mínimo vigente (R$ 937), mas é proporcional ao período trabalhado em 2015. “O cálculo para pagamento do abono é semelhante ao cálculo feito para o 13º salário: se a pessoa trabalhou por um mês, receberá o equivalente a 1/12 do salário mínimo, e assim sucessivamente.

A fração igual ou superior a 15 dias de trabalho é contada como mês integral”, explica o coordenador do Seguro-Desemprego e Abono Salarial do Ministério do Trabalho, Enivaldo Lagares.

De acordo com o coordenador, os trabalhadores terão até 30 de junho deste ano, independentemente do dia de aniversário, para retirarem o benefício. Segundo ele, calendário com datas de início de saques serve para organizar os pagamentos.
“É sempre importante recomendar, no entanto, que as pessoas não deixem para a última hora”, aconselha Lagares, ressaltando que recursos que não forem sacados retornarão ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Os trabalhadores vinculados ao PIS poderão receber o abono salarial nas agências da Caixa ou postos alternativos do banco. Os pagamentos são crédito na conta do trabalhador ou retirado diretamente no caixa ao apresentar o número do PIS e um documento de identificação.

O saque também é feito com o Cartão do Cidadão que podem ser usados nos caixa eletrônicos, nas Casas Lotéricas e nos Correspondentes Caixa Aqui, onde deverão ter a senha previamente cadastrada na Caixa. Para os vinculados ao Pasep, a retirada é feita em qualquer agência do Banco do Brasil. Via o Dia

SHARE