Mais um blá blá blá do Whatsapp: Portadores de CNH terá que pagar anuidade? – Descubra!

Existe uma imagem, que seria de um documento com papel timbrado do governo federal, aponta que uma nova lei foi aprovada no dia 17 de janeiro de 2017: a partir do dia 1º de fevereiro, uma taxa de anuidade de R$ 298,46 para a Carteira Nacional de Habilitação começará a ser cobrada.
  • No texto está escrito que a cobrança será no valor de 298,46 R$, Será enviada através dos correios, para a residência dos condutores. – O não pagamento da taxa regulamentadora, resultará em dívida ativa, e invalidez ou cancelamento eventual da respectiva CNH. Bem como a apreensão da mesma em blits, ou ações coordenadas pelos Detrans de cada cidade.
  • Está iniciativa tem como objetivo, beneficiar o governo federal, na extinção da atual crise econômica no país. Brasília, 17 de janeiro de 2017.
O primeiro ponto que denuncia a farsa está na própria mensagem: se você for analisar, o texto tem diversos erros ortográficos, no texto está escrito (terça-feira 18 de janeiro), e 18 de janeiro, terça foi 17. (como também a palavra blits), separa sujeito e objeto com vírgula (como em Está iniciativa tem como objetivo, beneficiar o governo federal, na extinção) e de pontuação (como em A cobrança será no valor de 298,46 R$, Será enviada através dos correios).
Isso aponta que a redação do texto não foi escrita pelo governo, que iria, no mínimo, fazer uma revisão. Para além disso, o Congresso está em recesso. Logo, não há como “aprovar leis” em pleno dia 17 de janeiro. O Congresso volta a funcionar, de fato, apenas no dia 2 de fevereiro.
Resumindo: não terá cobrança alguma de taxa de anuidade de CNH. Tudo não passa de mais uma pegadinha que circula pelo Facebook e WhatsApp. Fique tranquilo. Pelo menos por enquanto.

 

SHARE