Governo do Estado inaugura Conjunto Penal de Barreiras

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), inaugurou o Conjunto Penal de Barreiras, no oeste da Bahia, nesta sexta-feira (2).

Com capacidade para 533 presos, a unidade é equipada com detector de metal nas três modalidades (pórtico, manual e banqueta); mais de 100 câmeras com circuito de CFTV; raio x de esteira; bloqueador de sinal de celular; scanner corporal, salas para vídeo audiência; salas de aula; salas multiuso; posto de saúde com gabinete médico e dentário; laboratório de informática para internos; e espaços diversos para oficinas de trabalho e educação.

O conjunto penal é resultado de investimento próprio do Governo do Estado e será administrado pela empresa Socializa, vencedora do processo licitatório de cogestão. “Hoje, damos função social para mais esse empreendimento, que é um investimento do Governo da Bahia, na busca por zerar o déficit penitenciário baiano e promover a ressocialização dos internos. Além disso, o funcionamento dessa unidade trará muitos benefícios para o município como a geração de emprego. Estamos muito felizes”, destacou o secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização, Nestor Duarte, durante a inauguração.

O contrato de cogestão prevê que a empresa deve contratar 25 internos para trabalhar em atividades diversas na unidade. Além disso, deve firmar parceria com empresas privadas com o intuito delas absorverem a mão de obra carcerária. Ainda no primeiro semestre deste ano, a Seap vai inaugurar novos conjuntos penais em Irecê, Brumado e Salvador, que somarão mais de 1,7 mil vagas para o sistema prisional baiano.

Ao fim dessas inaugurações, a Seap será o primeiro estado brasileiro a zerar o déficit penitenciário. Desde o início da gestão do governador Rui Costa, 2.190 novas vagas foram criadas, com a construção e ampliação de unidades prisionais.

SHARE