Extrato de tomate italiano inibe células de câncer

Conhecido como amigo da próstata, o fruto vermelho também pode ajudar no combate ao câncer de estômago, de acordo com estudo da Universidade de Temple, nos Estados Unidos, em parceria com cientistas italianos.

A pesquisa foi publicada no Journal of Cellular Physiology, especializado em câncer gástrico, o quarto tipo de câncer mais comum no mundo. Mas não é qualquer tomate.

O estudo foi feito com extratos de tomate do tipo san marzano e corbarino – produzidos em cidades italianas com os mesmos nomes.

Em contato com células cancerosas de laboratório, eles conseguiram deter a evolução do tumor e interferir na capacidade de migração da doença.

Ao contrário de outros estudos, que associam o consumo de tomate à prevenção de diversos tipos de câncer, o achado da vez não aponta apenas o licopeno (poderoso antioxidante que dá cor ao vegetal) como o responsável pelo benefício.

Segredo

O segredo está no fruto por inteiro.

Os pesquisadores ressaltam, porém, que outras variações de tomate podem não agir da mesma maneira no corpo humano.

“Nossos resultados sugerem um potencial uso de alimentos específicos, não só no campo da prevenção do câncer, mas também como uma estratégia de apoio às terapias convencionais – explica Giordano, diretor do Instituto Sbarro de Medicina Molecular na Universidade de Temple e Professor de Patologia e oncologia na Universidade de Siena, Itália.

Uma curiosidade é que muitos estudos têm mostrado que cozinhar os tomates – como em molhos – aumenta as propriedades benéficas para a saúde humana.

SHARE