Ambulante devolve dinheiro dado errado e ganha surpresa

O exemplo de honestidade de um jovem do Senegal, que trabalha como ambulante em Porto Alegre, está emocionando os moradores da capital do Rio Grande do Sul.

Nesta terça-feira, 6, ele vendia pequenos objetos em uma rua do centro da cidade, quando passou o empresário Roberto Schotkis, de 51 anos. Ele comprou cadarços por 5 reais, e deu como pagamento 3 notas de 2 reais para o senegalês Rarin, de aproximadamente 23 anos.

Quando o empresário virou as costas e estava indo embora, sentiu alguém cutucando seu ombro. Era Rarin, que correu atrás do cliente para avisar que, por engano, Roberto havia dado uma nota de 100 reais, achando que era de 2 reais.

Em entrevista, Roberto, que atua na área imobiliária, disse: “Fiquei emocionado. Um exemplo de honestidade, pequeno, mas nessa onda de desonestidade que está o país, isso é um exemplo”.
O empresário agradeceu, tirou uma foto do rapaz honesto e postou a história em sua página no Facebook. Ele não imaginava que teria tanta repercussão.

Em 24 horas o post teve mais de 13 mil curtidas e 15 mil compartilhamentos na página de Roberto. Fora outros 40 mil na página da prefeitura de Porto Alegre, que também compartilhou a história.

Repercussão

Roberto levou um susto com a repercussão que o caso teve nas redes sociais.

“Fui surpreendido. Não espera que tivesse tanto retorno assim. O pessoas se emocionaram. É interessante como um ato pequeno de honestidade sensibiliza as pessoas, talvez elas estejam sensíveis devido a propaganda da roubalheira no Brasil”, analisou.

“Exemplos como este devem ser lembrados, homenageados e publicados sempre”, escreveu um dos seguidores de Roberto no Facebook.

“O mundo tem jeito, só precisamos de mais pessoas honestas, exemplo de cidadão, parabéns ao senegalês”, disse outro seguidor.

“Precisa-se urgentemente de pessoas como Rarin na presidência do país”, comentou outra pessoa.
O empresário compreende o motivo de o caso ter gerado essa comoção.
“As pessoas estão enojadas com a desonestidade no país e ficaram emocionadas com o gesto do Rarin em devolver 100 reais, dados como se fossem 2 reais. Exemplo para nossos políticos que saquearam o Brasil”, escreveu Roberto em sua página no Facebook.

Surpresa #1

Nesta quarta-feira, 7, Roberto voltou ao local agradecer, levar um “agrado” a Rarin e mostrar que o jovem senegalês está certo em seguir o caminho da honestidade.

“Eu comprei 40 reais em produtos dele e dei mais 60 reais de gorjeta”, contou Roberto.

Na prática, Rarin recebeu de volta os 100 reais que devolveu ao empresário.

Surpresa #2

E como quem faz o bem, recebe o bem de volta, não seria diferente com Rarin.

Ele ficou famoso depois da repercussão.

Vários moradores foram ao ponto onde ele trabalha, entre a entre as ruas Andradas e a General Vitorino, para cumprimentá-lo, tirar fotos…

Nessa o imigrante, ganhou mais clientes e a chance de melhorar de vida longe do seu país.

SHARE